domingo, 13 de setembro de 2015

Nunca gostei de fazer o papel de (songa monga)

Porque não sei fingir. 
Muito menos me acomodar.
Tenho temperamento forte, sou doce até
me fazerem azedar e sou boa até onde
me deixarem ser.
Sempre sem máscaras, 
sempre sendo eu!