segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Se o que os olhos...

Se o que os olhos
não veem, o coração não sente;
Como se explica então
a saudade?