segunda-feira, 17 de abril de 2017

Até um certo ponto

Nem sei como lhe explicar, 
mas o que eu queria dizer é que 
a gente é muito preciosa, 
e que é somente até 
um certo ponto que a gente 
pode se dar aos outros.
Clarice Lispector
em: Carta a Tânia