Novas oportunidades

Um dia a gente cansa de bater na porta 
que não quer abrir e prefere pular 
uma janela que já estava aberta.
Que seja livre o que chegar, 
que seja doce o que ficar e 
que seja breve o que tiver que ir.